traulitadas @ 16:21

Seg, 12/02/07



Momentos únicos tão dificilmente explicáveis onde a paixão impera e eleva toda a simplicidade do gesto a cenários próprios do divino.

 

O toque simples gesto impulsionador de sensações múltiplas onde são experimentados sentimentos de partilha por vezes tão distantes.

 

A distância que separa é a mesma que une. A distância de um toque tão banal como sua a mecânica intrínseca.

 

Com gestos construímos a nossa vida, onde essencialmente reagimos em detrimento do agir.

 

Sonha-se com tudo e mais alguma coisa, sonha-se com o céu mas no entanto não será infinitamente melhor olhar o céu do que lá morar?

 

Inúmeras vezes almejam o inalcançável, outras tantas ignoram o que tão próximo está e uma vez perdido  torna-se invariavelmente inatingível .

 

Par acção reacção um dos princípios da física, indeléveis marcas de um comportamento descabido…

 

 

Cirúrgicas palavras, mais mortíferas que um golpe certeiro, saram feridas que teimam em permanecer ensanguentadas.



Porque nem sempre tudo tem que fazer sentido!!!
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Pesquisar
 
blogs SAPO