traulitadas @ 13:37

Qui, 09/03/06

Sem saber muito bem para onde ir decidiu avançar.
Sempre que se propunha a algum desafio nunca conseguia minimamente antever o passo seguinte. Apesar de gostar deste espírito de “aventura”, não raras eram as vezes que se martirizava por não conseguir planear o que iria desenvolver.
O “viver” do momento pelo momento, proporcionava-lhe aquilo que considerava o alivio de não sofrer por antecipação. Mas, e como para tudo há um mas, sempre que algo o incomodava ou causava mais transtorno, era reavivado o espírito martirizante de não ter programado de forma conveniente ou mesmo de forma alguma o que poderia fazer.
È certo que há casos e casos.


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Porque nem sempre tudo tem que fazer sentido!!!
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
21
23
24
25

26
27
28
30
31


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO